Trilha de bike para iniciantes: prepare-se para a primeira!

O termo “Off Road” é muito utilizado para se referir a motoristas que utilizam seu veículo para se aventurar por estradas de terra e outros caminhos no campo adentro. No entanto, também é utilizado para se referir a ciclistas que gostam de aventuras com suas bicicletas longe das ciclovias.

As chamadas trilhas de bike trazem uma sensação de liberdade e uma aproximação da natureza. No entanto, antes de cair na estrada é preciso adotar alguns cuidados em relação a sua segurança para evitar acidentes, além de investir em um preparo físico para garantir a intensidade das elevações e desníveis presentes na trilha.

Se você está ansioso para fazer sua primeira e está pesquisando quais os cuidados que você deve adotar para que tudo ocorra bem, continue sua leitura que este é o post ideal para você. Confira nossa lista de recomendações para que tudo saia bem e dentro do planejado.

1. Adquira uma bike adequada

É importante saber que uma trilha é composta pelos mais variados tipos de solos ao longo de todo o seu percurso, o que faz com que seja necessária uma bike competente para suportar os impactos, desníveis e até mesmo a longa trajetória que a bicicleta fará.

E aqui não tem jeito: é preciso deixar a economia de lado e investir em equipamentos de qualidade para evitar quaisquer problemas durante o percurso de sua trilha.

Caso você ainda não tenha uma bike, é preciso procurar diretamente pelos modelos específicas para esse uso, caso você já tenha, vale a pena considerar a substituição de algumas peças como suspensão, pneus, câmbio, freios e até mesmo o quadro para fazer sua trilha com mais conforto e ainda ampliar os lugares em que você pode circular com ela.

2. Invista em equipamentos de proteção

Além de investir em sua bike – o equipamento exponencial para sua trilha – também é preciso investir em equipamento de proteção para que sua segurança fique em primeiro lugar enquanto estiver percorrendo sua trilha.

Por isso, capacetes ajustáveis, óculos com lentes fotocromáticas e luvas de proteção para as mãos e para o braço são imprescindíveis para que você se mantenha seguro e, em casos de acidentes, não sofra com danos físicos severos. É como diz o ditado: é melhor prevenir do que remediar, certo?

Leia também: Equipamentos para ciclista iniciante: o que precisa ter?

3. Realize um preparo físico

As trilhas, de forma elementar, costumam possuir um longo caminho de percurso que pode levar muito tempo para ser concluída. Por isso, é preciso que você já esteja acostumado a percorrer maiores distâncias.

Portanto, recomendamos que você realize um preparo físico dentro da cidade mesmo, na intenção de conhecer seus limites e até onde você consegue chegar.

Também é importante testar seu desempenho e conhecimentos quanto às diferentes marchas oferecidas pelo câmbio de sua bike. Ao conhecer sua capacidade em relação ao sistema de transmissão, você poderá fazer sua trilha com mais assertividade.

A marcha leve, por exemplo, é ideal para vias inclinadas, no entanto, também pode ser mais cansativa, uma vez que é preciso pedalar mais vezes. Por outro lado, a marcha pesada, permite alcançar maiores velocidades e é ideal para vias planas.

Leia também: Alongamentos para ciclistas: conheça os 6 melhores para você

4. Entenda qual o percurso a ser rodado

Se o percurso de sua trilha for desconhecido até então, é importante que você faça muitas pesquisas quanto ao local em que você irá circular. Além de conhecer o trajeto de forma mapeada, é importante procurar por fotos, vídeos e até mesmo relatos de outros ciclistas quanto ao local.

Isso porque uma trilha pode apresentar diversas surpresas que podem atrapalhar e até mesmo interromper sua aventura.

Recomendamos também que você adquira aqueles suportes para celulares acoplados ao guidão da bike, dessa forma, você poderá utilizar aplicativos de GPS que podem ajudá-lo a seguir seu caminho corretamente, especialmente em estradas desconhecidas que contam com várias possibilidades de trajetórias.

Leia também: Aplicativos para andar de bicicleta: confira os 6 melhores!

5. Busque fazer a trilha com um acompanhante

Além de tornar sua trilha mais divertida e contar com uma motivação extra para seguir seu percurso, contar com um acompanhante deixará esta aventura mais especial e memorável. Seja acompanhado de amigos ou familiares, uma companhia é sempre bem vinda, não é mesmo?

Um acompanhante também pode ser excepcional para sua trilha caso algum acidente ou situação emergencial aconteça, afinal, ele pode contatar suporte de outras pessoas para ajuda, ou vice-versa.

Caso mesmo assim prefira fazer sua trilha de forma individual, nunca se esqueça de avisar pessoas próximas sobre sua aventura, deixando-as informadas quanto ao trajeto percorrido, combinado?

6. Estude sobre frenagem segura

Quando urge a necessidade de frenagem repentina, basta acionar os freios que os pneus serão travados e a bike irá parar, certo? Bem, em vias urbanas isso pode até ser verdade, no entanto, quando se trata de trilhas, as vias são estradas de terra, areia e mais, o que torna a frenagem mais complexa.

Eis algumas dicas que podem te ajudar:

  • Acione sempre os dois frios com a mesma intensidade;
  • Ao passar por via de areia, mantenha a velocidade reduzida e, caso necessário, acione os freios de maneira gradual;
  • Em estradas íngremes, também é importante acionar os freios de modo gradual, especialmente se sua bike conta com freios a disco;
  • Quando for passar por curvas acentuadas ou mesmo virar, acione o freio traseiro até reduzir a velocidade e só então utilize o freio dianteiro.

Leia também: MTBs para iniciantes: 2 bikes para começar a pedalar!

7. Cuide de sua alimentação e hidratação

Assim como em toda atividade física, é preciso que o corpo esteja bem alimentado e hidratado antes de iniciar sua trilha, independente da distância que será percorrida. Isso porque caso o corpo seja forçado à queima de calorias sem uma alimentação e hidratação, não irá demorar até que apresente sinais o impedindo de continuar o trajeto.

Caso você insista, poderá sentir mal estar e tontura, além de apresentar vômitos e até uma síncope – o que pode causar sérios acidentes, especialmente se você estiver em alta velocidade sobre sua bike. Por isso, faça uma boquinha antes de seguir para sua trilha e carregue uma garrafa de água junto a sua companheira de duas rodas.

Leia também: Fraqueza nas pernas ao pedalar: por que acontece?

8. Liste os acessórios mais importantes para levar

É muito importante levar uma bolsa ou mochila em sua trilha que o ajude diante de qualquer situação de imprevisto. Listamos abaixo alguns acessórios que podem ser úteis em caso de necessidade, veja:

  • Câmara de ar e bomba de enchimento;
  • Chave Allen;
  • Chave de Corrente;
  • Kit de reparo pneus;
  • Outros que você considerar importante.

9. Vista roupas apropriadas para ciclistas

Por fim, temos também a importância de se vestir adequadamente para sua trilha. Existem diversas opções que são muito confortáveis e tornam o exercício de pedalar mais agradável ao longo de seu trajeto.

Além disso, existem peças que possuem proteção UV contra os raios ultravioleta do sol, dessa forma, é possível fazer sua trilha mesmo em dias mais ensolarados sem queimaduras na região do pescoço, braços, pernas e costas.

É possível também encontrar peças que ajudam quanto à sua sinalização e localização nas vias. Dessa forma, outros ciclistas e até mesmo carros veem sua posição na trilha, reduzindo consideravelmente os riscos de acidentes.

Seguindo todos esses passos, temos certeza que sua aventura será completa, e você lidará com tranquilidade com quaisquer impasses encontrados ao longo do caminho. Esperamos que tenha gostado destas informações e que tenhamos o ajudado a se preparar de verdade para sua primeira trilha.

A propósito, que tal conferir nosso post de trilhas em Minas Gerais e conhecer as 5 principais da região? Agradecemos sua leitura e o esperamos em nossos próximos posts sobre bikes e ciclismo aqui do blog. Até mais!

Deixe um comentário