Tipos de suspensão de bike: conheça e saiba como escolher!

Quem já é um ciclista experiente, sem dúvidas, sabe a diferença de andar com uma bicicleta que possua suspensão, mas quem ainda está começando talvez ainda não conheça todo o diferencial deste recurso. Mas você sabia que existem diferentes tipos de suspensão de bike? Se você está adentrando no universo do ciclismo ou está escolhendo uma bike nova para seus treinos, acompanhe o nosso post e descubra quais são esses tipos de suspensão e saiba qual é a melhor opção para você.

Quais são os tipos de suspensão de bike disponíveis no mercado?

Nem todas as bikes possuem este recurso, mas a suspensão é um item que, com certeza, trará um diferencial para os seus treinos de pedal. Aliás, existem tipos de modalidade de ciclismo em que não é possível praticar com uma bike que não possua uma suspensão, por isso, é muito importante que você conheça os tipos disponíveis no mercado para escolher um modelo que atenda o seu tipo de treino.

As suspensões foram criadas para trazer segurança e conforto nas pedaladas, trazendo maior controle da bike em percursos com muitos obstáculos ou para pedalar em alta velocidade. E, basicamente, existem três tipos de suspensões disponíveis no mercado: hidráulica, de molas e com elastômeros. Vamos conhecê-las?

Suspensão com Elastômeros

Vamos começar com a suspensão com elastômeros, que é um tipo bem básico e leve. Essa suspensão funciona com um tipo de borracha de poliuretano (elastômero), molas e o preload em seu sistema de amortecimento. Este é um dos modelos de suspensão mais antigos, por isso, quase não a encontramos em bikes novas, afinal, ela não tem muitos recursos de ajustes.

A principal vantagem é que são suspensões mais baratas. Mas se você escolher uma bicicleta com este tipo de suspensão existem alguns cuidados que você precisará se atentar: nunca usar uma graxa comum para fazer a lubrificar a suspensão com elastômeros, afinal, a graxa comum tem lítio em sua composição e esse componente acelera o desgaste das buchas e dos próprios elastômeros.

Suspensão de Molas

imagem aproximada de suspensão de molas de bike

A suspensão de molas é um tipo de suspensão que tem, basicamente, cabeça (com ou sem preload), capa antirruído e as molas em seu sistema de amortecimento. É tipo de sistema de suspensão muito conhecido, que já foi e ainda é muito utilizado pelos ciclistas, contudo, é preciso entender que esse tipo não é indicado para modalidades de ciclismo em que a bike irá sofrer impactos mais intensos, como na prática de Mountain Bike, especialmente em trilhas em meio a natureza.

Uma vantagem desse tipo de suspensão é que é possível personalizar a suspensão conforme o seu peso utilizando o ajuste do preload. Afinal, cada ciclista tem uma massa corporal diferente e a suspensão precisará suportar diferentes pesos. Para realizar o ajuste, basta girar o preload no sentido horário para deixar as molas mais comprimidas e no sentido anti-horário para afrouxar a carga.

Outro ponto a ser considerado neste tipo de suspensão é que a bike te trará a sensação de estar “pulando” quando você estiver pedalando, já que a mola será comprimida devido às irregularidades do percurso. E, caso você opte por este tipo de suspensão, se atente a manutenção, realizando a lubrificação adequada nas molas para que reduzir os atritos entre as buchas e as hastes.

Além disso, você também precisará manter a suspensão engraxada para que ela trave e perca sua mobilidade. Caso isso aconteça, será preciso prender as bengalas no arco de ligação com o pé e puxar o guidão na direção contrária (para cima), contudo, se esse movimento não resolver, será preciso abrir a cabeça e inserir mais lubrificante.

Suspensão Hidráulica

foto aproximada de bike com suspensão hidráulica

Esse tipo de suspensão, sem dúvidas, é o mais eficiente entre os modelos existentes. É o mais moderno e mais complexo, contudo pode ser considerado um sistema de amortecimento inteligente, já que utiliza ar para inúmeros ajustes e calibragens, proporcionando maior conforto nas pedaladas.

O sistema é composto pelas seguintes peças: cartucho hidráulico, interruptor, retentor, válvula hidráulica, espuma, ajuste de retorno, êmbolo de ar, válvula de calibragem, buchas e tampa. Sim, este é um sistema complexo, mas que foi projetado para ser altamente eficaz na hora de amortecer os impactos das pedaladas.

Outro ponto a ser considerado é que, neste sistema, há uma canela do garfo para a calibragem por meio da válvula e a outra canela com o êmbolo de ar. E, por ser superior, a suspensão hidráulica é a mais utilizada em mountains bikes, pois ela faz toda a diferença na hora de superar obstáculos e subir percursos íngremes, já que é um sistema que ajuda a bike a não voltar para trás quando o ciclista está pedalando em uma subida.

Este modelo também apresenta mais opções de recursos de ajustes, nele é possível calibrar a suspensão conforme o peso do ciclista, visto que é possível alterar o tempo de retorno dos choques. Especialistas costumam dizer que esse é o sistema que proporciona o amortecimento real, afinal, é possível ajustar a suspensão para trazer o conforto ideal para os braços, tronco e punhos. Dessa forma, você receberá menos impacto ao pedalar e também terá um melhor controle do guidão.

E por apresentar muitos recursos, este também é um tipo de suspensão que precisará de mais manutenção, por isso, é sempre recomendado realizar a revisão periódica conforme indica o manual do fabricante do seu modelo de suspensão, afinal, seu desempenho é medido por tempo de uso.

Suspensão dianteira, traseira ou full suspension?

homem montado em uma bike e outra ao lado próximo de um bicicletário

Além desse três tipos de suspensões que apresentamos acima, as suspensão também são classificadas em dianteira, traseira ou full suspension. E esse conceito é bem simples de entender, confira abaixo.

Suspensão Dianteira

Como o próprio nome já indica, a suspensão dianteira faz parte dos garfos que sustentam o pneu da frente. São tipos muito comuns e que tornam o esforço do ciclista menos intenso, já que a suspensão dianteira alivia o peso dos braços, que os ciclistas costumam sentir após passar por um tempo mais longo pedalando ou quando fazem trajetos com muitos obstáculos.

Suspensão Traseira

Se você pensa que esta suspensão é igual à dianteira que é instalada no pneu traseiro, está equivocado. A verdade é que suspensão traseira tem a função de manter a roda traseira da bike sempre colada ao chão, aumentando a energia de tração nas pedaladas.

Além disso, para possuir uma suspensão traseira, a bicicleta necessita obrigatoriamente vir com este item de fábrica, afinal, não é possível comprar uma suspensão traseira separadamente e instalá-la na bicicleta.

Full Suspension

homem segurando bike full suspension

Como você já pode imaginar, a este é o modelo de suspensão completa, ou seja, são modelos que possuem o sistema de suspensão nas partes dianteira e traseira.

Assim, a combinação de amortecimento de impacto na roda dianteira mais a tração na roda traseira proporciona uma experiência completa e de máximo desempenho confortável para o ciclista. Por isso, esse é um sistema de suspensão mais caro, mas que é o mais indicado para a prática de Mountain Bike, afinal, é um tipo de suspensão altamente eficaz para os terrenos irregulares.

E aí, já está preparado para escolher o sistema de suspensão que irá otimizar os seus treinos de pedal? Se você está considerando ir além nos seus treinos, confira os vários tipos de suspensão disponíveis na loja da FKS Bike e escolha logo o seu modelo!

Deixe um comentário