4 Tipos de Guidão para Mountain Bike: saiba qual escolher

O guidão é mais um dos componentes essenciais da bicicleta, eles permitem que o ciclista a guie a bike, contribuem para o desempenho e performance, garantem conforto e equilíbrio e muitos outros benefícios. Quando falamos em mountain bikes, temos modelos de guidões um pouco mais específicos para a prática, já que ela é diferente de uma bike para a cidade, por exemplo.

E são esses modelos específicos que a FKS Bike trará hoje. Neste post, apresentaremos todos os tipos de guidão para mountain bike, suas características, no que cada um influencia e muito mais. Então, se você é um ciclista de MTB e está sempre atrás de melhorar o seu pedal, acompanhe o post, quem sabe um outro modelo pode atender às suas necessidades?! Vamos lá!

Conheça 4 tipos de guidão de mountain bike

Um ciclista de nível intermediário ou avançado sabe que há diversos acessórios que influenciam no pedal, e os iniciantes também devem saber disso. Cada equipamento pode influenciar no seu conforto, no desempenho da bike e no seu próprio, entre tantas outras coisas. O guidão é um deles, essa parte essencial da bike pode te ajudar a superar seus limites, a ter mais praticidade na hora do pedal e muito mais.

imagem focada de guardiões de montain bike

Como existem muitos tipos de guidão de MTB, é importante conhecer todos para saber qual modelo se adequa melhor às suas necessidades e exigências visando a modalidade. Confira quais são eles:

1. Guidão reto ou flat

O guidão reto é o modelo mais clássico do universo mountain biker, já que é como o pioneiro dos tipos de guidão que surgiram para essa modalidade. Ele tem estrutura reta mesmo, daí o nome, e não é muito confortável, mas contribui muito para que melhore sua performance nos pedais em subidas íngremes, o que o torna adequado para quem participa mais de competições ou deseja superar seus limites e se divertir em pedais mais recreativos.

guardião reto ou flate de bike de alta performance

2. Guidão borboleta

O nome desse tipo de guidão para mountain bike advém do seu formato parecido mesmo com asas de borboleta. Seu formato oferece conforto e uma pegada firme com naturalidade, sem forçar os músculos, por isso, é vantajoso para quem faz cicloviagens ou pedais mais longos muitas vezes na semana.

guardião borboleta de bike de alta performance

3. Guidão riser

O guidão riser é um modelo bem comum, apesar de poucas pessoas saberem o seu verdadeiro nome. Eles são levemente curvos no seu centro e possuem as extremidades retas. Ele fica mais alto que o flat e a pessoa fica levemente dobrada, mais confortável. Ele oferece mais controle sobre a bike durante o pedal, compensando o atrito que o solo proporciona.

guardião rizer para bike de alta performance

4. Guidão drop

Esse tipo de guidão é bem versátil, pois permite diferentes maneiras de pegadas que podem ser usadas para ciclistas. Ele possui a parte de cima bem reta e suas extremidades são curvas para baixo, como dois ganchos. A pegada de cima pode ser usada para fazer subidas de mountain bike, por exemplo.

guardião drop de bike de alta performance

É preciso conhecer esses modelos mais usados e adequados para que possa ter um pedal confortável, usando elementos que te ajudarão a se sair melhor e que atenderão às suas características físicas. Você pode fazer, por exemplo, o bike fit, que é como um ajuste de sua bicicleta à você.

Bem, esses são os modelos para MTB. Agora, todos os tipos de guidão para bicicleta são:

  • Reto;
  • Riser;
  • Road;
  • Triathlon;
  • Borboleta;
  • Drop;
  • Comfort;
  • Bullhorn;
  • Cruiser.

Cada qual tem suas características únicas e podem ser usadas em diferentes modalidades de ciclismo, oferecendo vantagens de performance, conforto e muito mais.

Por que escolher um guidão de qualidade?

A maioria dos tipos de guidões de mountain bike são confeccionados em carbono ou em alumínio, materiais de qualidade e resistência altas, fatores importantes para a modalidade do ciclismo, já que essa é realizada em terrenos mais acidentados e que dão mais impacto no pedal.

Todas essas vantagens são importantes para manter o ciclista sempre seguro, preparado para os caminhos que fizer, além de deixar a bike completa, pronta para que você realize seus pedais semanais ou diários.

Sendo assim, considerando os tipos, os guidões de carbono de MTB são mais leves, absorvem melhor o impacto, além de serem mais confortável para os pedais. No entanto, também não deixam de ter um material frágil, por isso podem quebrar, principalmente em quedas.

Já os guidões de alumínio são mais resistentes à quedas e esbarrões. Além disso, também são confortáveis, embora tenham mais peso do que os modelos de carbono. Em questões de desempenho, proporcionam muita qualidade e estabilidade. No entanto, para ciclistas que contam cada grama, o melhor seria o modelo mais leve, ou seja, de carbono.

Se você não estiver muito confiante em sua escolha, por ser mais iniciante ou não entender muito bem desses modelos, pode pedir a alguém com mais experiência para te ajudar. Além disso, a FKS Bike está aqui para te ajudar, oferecendo conteúdos de qualidade e respondendo suas dúvidas nos comentários.

Para saber mais sobre esse universo do pedal, não se esqueça de nos acompanhar toda semana, sempre tem um conteúdo novo para você ler e se informar mais. Um bom ciclista não é só aquele que pedala bem, mas que estuda sua modalidade bem a fundo e a pratica para seu bem-estar físico e mental.

Até o próximo post!

Deixe um comentário