Quer um selim de bicicleta confortável? Saiba como escolher!

Seja para pedais leves no final de semana ou para alcançar grandes performances à longa distância, o ponto principal para uma boa pedalada é o garantir o conforto na hora da prática da atividade.

O selim (banco) é o acessório responsável por apoiar maior parte do seu corpo na bicicleta e influencia diretamente na qualidade do seu pedal. Você sabe como escolher um selim de bicicleta confortável e quais aspectos considerar na hora da compra?

Neste post separamos algumas dicas para você selecionar o modelo ideal de selim para garantir o seu conforto, ficar livre de dores e aproveitar o melhor do que a bicicleta pode proporcionar. Vamos lá?

Selim de bicicleta confortável: como escolher?

imagem aproximada de selim de bicicleta na cor preta

Na hora de escolher um selim de bicicleta, você focará basicamente em dois aspectos: conforto em performance. O modelo ideal deve apoiar por completo o peso do ciclista, oferecendo uma melhor distribuição do peso. Mas não é só isso! Aspectos como largura do selim, tipo de pedalada e distância (curtas ou longas) influenciam diretamente.

São muitas informações, mas a FKS separou um passo a passo com 4 dicas para escolher o selim de bicicleta confortável. As dicas podem ajudar iniciantes, que muitas vezes não sabem como escolher uma bicicleta, e também quem já pratica a atividade há mais tempo, mas precisa escolher um selim mais adequado. Confira a seguir:

1. Considere a largura dos ísquios

bicicleta preta sendo segurada por ciclista e paisagem montanhosa ao fundo

Como o selim da bicicleta é responsável pelo apoio do corpo, é fundamental que ele seja compatível com a largura adequada dos ísquios (ossos que apoiam nosso corpo quando estamos sentados). Se o banco for muito estreito e os ísquios mais largos, com certeza a distribuição do peso será desproporcional e causará desconforto na pedalada, gerando dores no quadril até na coluna.

Agora se o selim da bicicleta for muito mais largo, pode gerar atrito da coxa com o selim e obrigue o ciclista a fazer uma pedalada mais espaçada e prejudique os joelhos, podendo causar lesões. A dica é procurar um selim que dê apoio suficiente para os ossos do ísquio.

2. Decida antes o tipo de pedalada

ciclista com roupa da FKS Bikes olhando para paisagem montanhosa a sua frente

Outro aspecto importante para analisar na hora de escolher o selim mais confortável para a sua bike é definir qual será o seu estilo de pedalada. O ciclismo urbano, ciclismo de estrada, mountain bike e BMX (bicicross) são os tipos mais conhecidos e praticados por pessoas de todas as idades.

O tamanho do selim influenciará diretamente resultado que você busca com a prática do ciclismo. Porém há um consenso: seja para pedalar na cidade ou na área rural, para lazer ou em competições, não dá para pedalar sem conforto, não é mesmo? Entenda como escolher o selim para o tipo de pedalada com mais detalhes a seguir:

Selim de bicicleta confortável para ciclismo urbano

Se você faz o estilo mais de ciclismo urbano, ou seja, utiliza a bike no cotidiano para trabalhar ou apenas para lazer, vamos considerar que você não tenha tanto compromisso com o desempenho e se preocupe mais em desfrutar da atividade com mais comodidade.

Neste caso, o mais importante é priorizar o conforto e resistência do selim, para que a experiência seja agradável. Selins estofados ou com molas podem ser uma boa pedida.

Selim de bicicleta confortável para performance

Agora se você deseja maior performance e desempenho nas suas pedaladas, deve priorizar materiais mais resistentes, já que passará bastante tempo em cima da bicicleta. Sua estabilidade estará garantida com a posição correta dos ísquios em cima do selim, então a prioridade não será um material com foco em conforto e sim modelos mais aerodinâmicos.

O estilo performance inclui atividades como o Mountain Bike e a modalidade Speed, além de outros tipos de competições. Imagine aqui que a prioridade seja pedalar com mais agilidade e força, um selim estofado certamente atrapalharia. Os melhores modelos de selim para performance costumam ser mais leves e menores, com mais curvatura e aberturas centrais, o que favorece a aerodinâmica e mobilidade do ciclista, que falaremos no tópico a seguir.

3. Analise sua flexibilidade

ciclista de mountain bike fazendo manobra em trilha e árvores ao fundo

As alterações de posição do corpo sobre a bicicleta afetam diretamente na performance e qualidade da sua pedalada. Pessoas com mais flexibilidade tendem a curvar mais a coluna, deixando o quadril mais estático. Então um selim confortável seria mais reto, para apoiar e distribuir bem o peso.

Para quem possui flexibilidade média, a tendência é que parte da coluna se curve e force um pouco mais o quadril para frente, então um selim precisa ser um pouco mais cavado, para trazer mais conforto na região do períneo. Agora se o ciclista possui baixa flexibilidade, a coluna não se curva muito e o peso tende a ficar mais em cima do quadril, apertando mais em cima do selim. Neste caso o ideal seria um banco mais curvado.

4. Não deixe de lado a ergonomia

foto tirada de cima de selim comfort de bicicleta fks

Segundo um estudo feito pela UFPB sobre ergonomia para ciclistas, a maioria das lesões está relacionada aos ajustes inadequados dos componentes da bicicleta e são ampliadas pelo uso excessivo do exercício. Estes ajustes envolvem a configuração da dimensão, altura e posicionamento dos componentes definidos como sela, guidão, quadro, mesa, pedal e pedivela.

Para uma boa prática de ciclismo a ergonomia ajuda na adequação da bicicleta às características físicas de quem pratica. Ou seja, é feita toda uma análise para que se encontre um equilíbrio de ajuste para favorecer a prevenção de lesões.

Muitas vezes o desconforto na hora de pedalar pode estar no ajuste da altura do selim ou de outro componente que esteja inadequado com a sua altura.

Nossa dica é procurar um profissional adequado para fazer o seu bikefit, processo que vai dizer com mais precisão se a bike que você possui ou deseja comprar é adequada para a sua altura, peso e modalidade. Com isso fica mais fácil escolher o selim de bike mais confortável para sua prática.

Dica extra: faça manutenção regularmente

dois ciclistas abaixados fazendo a manutenção de uma bicicleta

Assim como uma moto ou automóvel, sua bike é um veículo de transporte. Portanto anote na sua agenda: é necessário fazer a manutenção de itens da sua bicicleta sempre que possível. Isso garante que as peças estejam sempre em ótimo estado e não afetem nem a performance, nem a sua segurança.

Lembre-se de revisar freios, evitar acúmulo de poeira nas correntes e lubrificar a coroa e pedais, além, é claro, de cuidar da qualidade dos pneus. Tudo isso garante o melhor uso de todos os recursos e aumenta a durabilidade da sua bike, para que você tenha sua companheira de pedal por longos períodos.

Essas foram nossas dicas que você não pode deixar de olhar na hora de escolher o seu selim e aproveitar ao máximo suas pedaladas. Para receber mais dicas valiosas como essas, acompanhe o blog da FKS – toda semana tem post novo! Até a próxima!

Deixe um comentário