História do ciclismo: conheça a trajetória do esporte!

Para conhecermos a história do ciclismo mais a fundo, é necessário retomarmos à Europa do século XIX, quando surgiu a primeira bicicleta do mundo projetada pelo alemão Karl von Drais, que a chamava de máquina corredora. O modelo era mais rústico e sem pedais (era necessário se impulsionar com os pés), mas que já oferecia alguma funcionalidade.

Apesar dessa criação dele, o primeiro modelo a ser chamado de bicicleta surgiu no ano de 1870. Ela era fabricada de metal, por Thomas McCall, tinha uma enorme roda no eixo frontal e custava muito caro para época, modelo projetado pelo escocês Kirkpatrick Macmillan no ano de 1839.

Depois desses primeiros modelos, foi na Inglaterra que surgiram as primeiras bicicletas com o sistema de corrente e catraca que conhecemos atualmente. A bike se popularizou como meio de transporte e, hoje, por onde olhar é possível ver alguém pedalando.

Agora que você sabe um pouco sobre como a bicicleta foi inventada, confira como aconteceu a história do ciclismo!

História do ciclismo: primeiras competições da modalidade!

Depois que as bicicletas foram aprimoradas, o espírito competitivo do ser humano resultou na organização da primeira corrida de bicicleta para saber quem era o mais rápido nas pedaladas. Então, em 31 de maio de 1868, foi organizada uma corrida de 1.200km no parque de Saint-Cloud, em Paris.

O vencedor foi o inglês James Moore que competiu com uma bicicleta de madeira com pneus de borracha maciça. Essa bike está no museu em Ely, Cambridgeshire, na Inglaterra, e pode ser vista por todos que visitarem o local. A primeira prova de ciclismo de estrada, a qual foi percorrida a distância entre cidades de Paris e Rouen, também foi vencida por James Moore, que percorreu os 123km que dividem as duas cidades, pedalando 10 horas e 40 minutos seguidas.

A Union Cycliste Internationale (União Internacional das Federações de Ciclismo) foi fundada em 14 de abril de 1900 pelos países Bélgica, Estados Unidos, França, Itália e Suíça para que as competições de ciclismo pudessem ser regularizadas e padronizadas a nível internacional. Atualmente, a sede da UCI fica em Aigle, na Suíça.

Com o trabalho do UCI, o ciclismo passou a integrar os Jogos Olímpicos em 1896, permanecendo nos jogos até os dias atuais.

Como eram as bicicletas nas primeiras competições?

As primeiras bikes usadas nas corridas do século 19 tinham rodas altas, o que fazia as competições serem bastante perigosas. As rodas também eram bem pesadas, tinham pneus de borracha dura e um freio pouco funcional. Isso exigia muita coragem dos participantes, tanto que deram origem ao termo “velocidade vertiginosa” para as competições da época. Os acidentes eram muito comuns e não era raro o ciclista ser lançado sobre guidão, resultando em diversas lesões para os competidores.

foto da primeira bike

O desejo de alcançar altas velocidades para vencer as corridas resultou em rodas cada vez maiores, já que a única maneira de acelerar era aumentar o tamanho da roda motriz. Com rodas dianteiras chegando a 60 polegadas de diâmetro e muitos acidentes, a busca por um design mais seguro foi fundamental para garantir mais segurança para os ciclistas, o que levou ao projeto das bikes com duas rodas de tamanho igual.

Com um design mais seguro, pneus pneumáticos e o princípio de engrenagem as corridas de bike foram elevadas a um novo nível de competição e, logo, essas bicicletas estavam presente em pistas de madeira inclinadas e se tornaram uma sensação no mundo esportivo da época!

Principais modalidades do ciclismo na história!

Hoje em dia, existem diversas modalidades de ciclismo, contudo, elas surgiram ao longo da história até chegarem ao patamar que elas se encontram atualmente. Confira:

Ciclismo de estrada

As corridas de bicicleta em estrada surgiram no século XIX, na Europa e mobilizavam competidores, principalmente, da França, Espanha, Bélgica e Itália. Essa modalidade segue bem viva até hoje, tendo campeonatos mundiais e integrando os esportes olímpicos.

foto de ciclista de estrada e ceu no fundo

As competições podiam ser disputadas em equipes ou individualmente, sendo corridas disputadas de várias maneiras, desde a corrida de estrada de um dia até eventos em várias etapas, como o Tour de France e seus eventos derivados que compõem os Grand Tours do ciclismo.

Ciclismo de pista

Como o próprio no sugere, essa modalidade de ciclismo acontece em pistas inclinadas ou velódromos e existe desde o ano de 1870. Os eventos pode ser bastante diversificados e podem ser individuais e em equipe, sprints de dois competidores, até várias corridas de largada em grupo.

As primeiras corridas de pista atraíram multidões de até 2.000 pessoas e esses tipos de pistas também permitiram que o ciclismo fosse praticado durante todo o ano pela primeira vez.

Mountain Bike

As competições de mountain bike são realizadas em circuitos de terra naturais, geralmente em pistas bem disformes (por isso, o nome “ciclismo de montanha”), que exigem um grau elevado de pilotagem técnica e também bikes robustas e resistentes específicas para a prática. As principais categorias do MT são: cross-country, enduro, downhill e o four cross racing.

Essa foi uma das últimas modalidades a serem reconhecidas, somente no ano 1990, quando ocorreu o Campeonato Mundial de Mountain Bike em Durango, Colorado. Contudo, a primeira edição da UCI Mountain Bike World Cup ocorreu dois anos antes da modalidade ser oficializada.

Ciclocross

O ciclocross surgiu como um esporte para corredores de estrada durante os meses mais frios do ano, tanto que as corridas aconteciam no outono e inverno.

foto de ciclista praticante de ciclocross

A modalidade consiste em dar uma quantidade definida de voltas em percursos de 2 a 3 km com diferentes trechos de pistas: pavimentação, trilhas arborizadas, grama, colinas íngremes e até mesmo obstáculos que exigem que o ciclista desça da sua bike, carregue-a até conseguir voltar a montar e seguir com a competição.

BMX

Essa modalidade é praticada em sprints em pistas de terra moldada com várias descidas e subidas e curvas acentuadas. Os competidores usam as bikes específicas de BMX (que são bem menores que as bikes comuns) em volta única. Nessa volta, os pilotos precisam de muita habilidade para completar toda a pista de terra sem cair nos saltos e curvas inclinadas e planas.

Essa modalidade se originou nos anos 70 nos Estados Unidos e, atualmente, também é muito praticada no Brasil.

Cycle Speedway

Criada em 1920, essa é uma modalidade de corrida de bicicleta praticada em pistas curtas de terra ao ar livre, geralmente com 70 a 90 m de comprimento em formato oval. Antigamente, os ciclistas usavam bicicletas sem freios para as competições e o objetivo era não deslizar e cair nas curvas, sendo considerada uma modalidade com alto grau de dificuldade.

História do ciclismo no Brasil

Aqui no Brasil a bicicleta também surgiu no século XIX e início do século XX, trazida pelos europeus que migraram. Ela começou a ser vista mais no Sudeste, em São Paulo especificamente, e no Sul.

Foi justamente em São Paulo que surgiu o primeiro velódromo, mas a movimentação do esporte já era vista em cidades grandes além do Sudeste, como em Porto Alegre, que já contava com sociedade esportiva de ciclismo ativa. Foi nesse velódromo que a primeira prova oficial do esporte surgiu, contando com a participação de mais de 40 ciclistas.

foto de ciclista praticando esporte na trilha

Antônio Padro se consagrou como o primeiro competidor do Brasil a participar de um evento internacional, conquistando a sexta posição. Quando se fala de Jogos Olímpicos, a primeira aparição do Brasil foi em Berlim, no ano de 1936, com Dertônio Ferrer e Ricardo Magnani Netto.

Desde então, essa modalidade esportiva adquiriu cada vez mais atletas, além de inspirar o pedal por hobbie, tão importante para a saúde mental e física.

E aí, o que você achou da abordagem da história do ciclismo que trouxemos para você? Claro que existem outras modalidades e muito mais acontecimentos importantes que ficaram de fora, mas buscamos trazer os principais pontos nesse post. Aproveite para ler outros conteúdos aqui do nosso blog e saber ainda mais sobre o universo do ciclismo!

Deixe um comentário