Freios hidráulicos para bicicleta: modelos e curiosidades

Os freios hidráulicos são essenciais para uma frenagem imediata e, antes de escolher uma bicicleta, é preciso analisar uma série de elementos importantes para conseguir o melhor desempenho e não ter preocupações no futuro. Por isso, hoje vamos te explicar um pouco mais sobre bicicletas e freios hidráulicos e como eles cresceram tão rápido no mercado, sendo um dos mais procurados.

Como funciona o freio hidráulico?

Para começar, os freios hidráulicos têm seu desempenho quando a alavanca do freio é puxada e um fluido é comprimido, em seguida, percorre todo o caminho até o disco do freio. Seu sistema é a óleo, que fica armazenado em um reservatório e depois passa até o disco.

O óleo tem o papel de dar a pressão adequada ao freio sem necessidade de tanto esforço. Para exemplificar melhor como esse sistema funciona, pensemos em uma seringa sem líquido dentro, pois, ao pressionar o êmbolo em seu dedo tapando sua saída, o ar sai e ela se fecha. Agora se incluir qualquer líquido dentro dela, não importa a força que você pressione sobre seu dedo, ela não irá se mexer, freando qualquer passagem de ar.

Esse exemplo é como os freios hidráulicos funcionam, uma vez que é o líquido o responsável em proporcionar essa reação de frenagem, que acontece porque os líquidos não aceitam compressão. Por causa dessa pressão contra o óleo, o freio não se desgasta facilmente, permitindo maior desempenho.

São mais fáceis de frear

Os freios hidráulicos, por contarem com o líquido, são mais fáceis de frear, o que exige menos esforço na hora de acioná-los. Isso acontece porque a pressão direcionada a ele é mais rápida, diferente do freio mecânico. Independente da velocidade em que a bicicleta se encontrar é necessário saber controlar quais freios acionar, uma vez que o direito e o esquerdo possuem suas funções diferentes.

O freio direito leva a frenagem ao pneu traseiro, já o do dianteiro fica do lado esquerdo. Caso você freie apenas o dianteiro, corre muitos riscos da bicicleta se inclinar toda para frente, ocasionando possíveis acidentes. É por esse motivo que é importante equilibrar os dois lados para ter maior estabilidade e a bicicleta parar sem esforços.

Manutenção

Os freios hidráulicos contam como complemento principal o óleo, o qual está protegido com revestimentos reforçados, por isso sua manutenção não acontece com frequência, é apenas recomendado quando ele estiver apresentando falhas incomuns ou se não estiver mais conseguindo frear.

Existem alguns freios que são completos com o líquido DOT e esse tipo de fluido absorve a umidade com a usabilidade, ou seja, dependendo de quanto tempo você tem sua bicicleta, é sempre bom verificar se ele ainda está bom para uso. Essa verificação pode ser feita a cada 1 ano e evita de perder o controle naquelas ladeiras íngremes.

Discos

cano de bike fks preta com disco de freio

Os discos fornecem frenagem potente e confiável em todos os tipos de clima e terreno, portanto, são ideais para passeios em trilhas. Além disso, ao contrário dos freios de aro, os discos não são comprometidos se você bater em um buraco ou cair com força e dobrar a roda.

É necessário saber que, se você optar por uma bicicleta com freio a disco hidráulico, ele te oferecerá maiores vantagens, como não deixar o aro ficar em contato com o freio, o que aumenta a vida-útil do aro que não está se desgastando com o disco. Também existem diferentes tipos de discos, e cada um pode alterar a força que você precisa.

Você sabia que se o seu disco for maior, ele deixa sua frenagem mais potente? Pois é, isso porque é menos aquecido e sua modulação fica mais adaptada à bicicleta. Mas só compre um disco maior se ele se encaixar com as proporções de sua bicicleta, cada caso é um caso, então tome cuidado para levar um adequado.

Freio mecânico ou Hidráulico?

bike com sistema de freio destacado

A principal diferença entre freios a disco hidráulicos e mecânicos é como a força é transmitida das alavancas de freio no guidão para as pinças de freio próximas aos cubos. Os freios a disco mecânicos usam um cabo de aço. Os freios a disco hidráulicos usam uma linha de freio cheia de fluido.

Apesar dos freios mecânicos serem mais baratos, podem não ser tão eficientes para quem precisa de um desempenho maior, por isso recomendamos o freio hidráulico para atividades que exijam mais esforços com menos pressão. Você aciona os freios com menos esforço e ainda consegue uma usabilidade maior e por mais tempo.

Depois de analisar quais suas necessidades no dia a dia, é preciso fazer a decisão de qual tipo de freio levar. Com essas opções fica mais fácil de saber qual se encaixa com você, pois apesar das diferenças de cada uma, o importante é ter um freio, esse elemento tão necessário em qualquer bicicleta! Fique ligado aqui no blog da FKS Bike e não perca nenhuma informação sobre o mundo do ciclismo.

Deixe um comentário