Bretelle ou bermuda: qual o melhor para andar de bike?

Pedalar é um exercício muito prazeroso, afinal, é um tipo de atividade física em o corpo libera muita endorfina, principalmente quando estamos falando de treinos de pedal longos. Contudo, para que seu treino fique ainda mais confortável e agradável, existem diversos itens que fazem toda a diferença para que isso aconteça, como escolher um selim adequado, pneus novos e calibrados e uma bike bem regulada com o tamanho do quadro certo para sua altura.

Mas outro item fundamental para trazer mais conforto para você pedalar são as roupas de ciclismo, já que elas são pensadas exatamente para a prática do exercício. Uma dúvida frequente que sempre paira sobre as roupas de ciclismo é: bretelle ou bermuda: qual é o melhor para pedalar? Então, para te ajudar com essa questão, a FKS Bike decidiu trazer as vantagens e desvantagens dessas peças. Acompanhe!

Bretelle ou bermuda: como escolher a ideal para pedalar?

Se você já pedala e ainda não usa roupas de ciclismo para treinar, mas está considerando a aquisição de uma em breve para otimizar seus treinos, é muito importante que você entenda quais as características de cada uma das peças e qual se encaixa melhor com o seu estilo. O fato é que todas as roupas feitas para o ciclismo são diferenciadas e trazem muito conforto para pedalar, dando upgrade nos seus treinos.

bretelle preto com detalhe vermelho à esquerda e bermuda de ciclismo à direita

As camisas de ciclismos, por exemplo, são aerodinâmicas, uma vez que possuem modelagem e tecido para proporcionar melhor performance mesmo quando você estiver pedalando contra o vento. E, para usar junto com as camisas, existem as bermudas de ciclismo e os bretelles, que são peças para serem vestidas na parte de baixo, mas e aí, qual escolher?

Antes de qualquer fato sobre a bermuda ou sobre o bretelle, é preciso considerar que ambas as peças cumprem a mesma função, que é proteger o seu corpo na parte debaixo e servir como separador do seu corpo e do selim. Além disso, o conforto dessas peças é fundamental, já que enquanto pedalamos ficamos a maior parte do tempo sentados na bike.

Dito isso, agora, vamos às vantagens e desvantagens de cada uma. Confira!

Por que escolher bermudas de ciclismo?

Assim como os bretelles, a grande maioria das bermudas de ciclismo são feitas em um tecido especial que combina poliéster com elastano, justamente para proporcionar a compressão na medida ideal e para que seja uma peça confortável para pedalar.

  • Vantagens da bermuda de ciclismo

A primeira vantagem que podemos citar das bermudas é que são peças muito práticas de se vestir, tanto para colocar como para tirar, afinal, ela funciona basicamente todas as outras bermudas.

Essa combinação de tecido é perfeita para proporcionar uma melhor respiração para a pele e alguns modelos também contam com sistema de controle de umidade no forro, absorvendo e eliminando o suor muito mais rapidamente e, assim, garantindo muito conforto ao pedalar.

foto aproximada traseira de homem usando bermuda de ciclismo

Alguns modelos mais tecnológicos podem contar com proteção UV (ideal para pedalar sob sol) e serem feitas com material refletivo (ideal para pedalar à noite). Além disso, alguns tecidos também possuem a característica de serem bactericidas, evitando que a roupa fique com odores mesmo depois de lavadas.

Outra vantagem que podemos citar da bermuda em relação ao bretelle é que elas geralmente são mais baratas, portanto, mais acessíveis.

Temos um conteúdo exclusivo em nosso canal do YouTube, não deixe de conferir!

  • Desvantagens da bermuda de ciclismo

Uma desvantagem da bermuda é que ela pode descer um pouco durante o percurso com os movimentos das pedaladas, sobretudo se a pessoa tiver o quadril mais largo, assim, uma parte do seu corpo pode ficar à mostra, principalmente se você estiver usando uma camisa de ciclismo que seja um pouco mais curtas na parte traseira.

Outra desvantagem é que a peça pode se movimentar bastante durante as pedaladas, principalmente em relação ao forro, que pode ir muito pra frente ou para trás e causar desconforto durante o percurso.

Por que escolher o bretelle de ciclismo?

A principal característica do bretelle é ser uma peça única que protege uma área mais ampla do corpo, já que é uma espécie de bermuda com suspensório. A princípio pode soar meio estranho e a peça é realmente singular, contudo, mesmo com o design diferenciado, existem muitas vantagens para se usar essa peça para pedalar. Confira:

  • Vantagens do bretelle de ciclismo

A primeira vantagem que citamos é que a peça não tem elástico na cintura, trazendo muito conforto na hora de pedalar, especialmente em longas distâncias. Como não também não possui cós, não há nada para causar desconforto na região do abdômen, assim, a respiração profunda (que acontece no diafragma) e o fluxo sanguíneo fluem muito mais fáceis e você sentirá a diferença no seu rendimento ao pedalar.

Outra vantagem do bretelle é que ele não deixa seu corpo à mostra, afinal, como falamos, é uma peça completa que protege uma área mais ampla do corpo. Junto com as camisas de ciclismo proporciona um ajuste perfeito para pedalar sem preocupações de partes do seu corpo ficarem à mostra.

foto de costas de ciclista pedalando usando um bretelle de ciclismo e árvores ao redor

Mais uma vantagem dessa peça é que ela vem com um forro especial almofadado, que pode ser de espuma, gel ou misto para te proporcionar ainda mais conforto na região de contato com o selim. A maioria dos modelos ainda são feitos de tecidos bactericidas, o que é ideal para evitar o odor impregnado que pode ficar em tecidos de poliéster comuns.

E tem mais, esse tipo de forro não se movimenta com facilidade, assim, você não precisará ficar parando o treino para arrumar a posição da vestimenta, tendo muito mais liberdade de movimentos nas suas pedaladas.

  • Desvantagens do bretelle de ciclismo

A primeira desvantagem que podemos citar é em relação ao design do bretelle, visto que o seu cós pode acumular umidade do suor que escorre das costas e gerar desconforto em algumas pessoas.

Outra desvantagem da peça é que, por possuir alças e abranger uma área maior do corpo, dificulta um pouco na hora de ir ao banheiro quando o ciclista sentir a necessidade.

Por último, podemos citar o preço como mais uma desvantagem, se comparada com a bermuda, afinal, eles custam um pouco mais do que elas. Ainda assim, pode valer muito a pena por todas as vantagens que a peça traz.

A partir de todas essas informações, cabe a você escolher qual é a melhor opção para seu pedal, já que cada um tem suas próprias preferências para fazer essa escolha. E aí, bretelle ou bermuda? Qual você acha que é melhor peça para o seu treino de pedal? Conta para nós aqui nos comentários!

Se quiser ficar por dentro de mais conteúdos sobre o universo do ciclismo, fique sempre ligado nas postagens aqui no blog da FKS Bike!

Deixe um comentário