Andar de bicicleta na pandemia – cuidados essenciais!

Top 5 dicas de cuidados essenciais para andar de bicicleta na pandemia

Lançar-se ao ar livre e superar os seus limites a cada pedal não tem preço – e é por essas e outras que os adeptos do ciclismo estão crescendo exponencialmente nos últimos anos. No entanto, a pandemia veio para dificultar as coisas e parece que não irá embora tão cedo.

Embora a atual conjuntura de saúde em nosso país não seja lá das melhores, para os ciclistas, ficar em casa sem pedalar devido a Covid-19 é uma tarefa no mínimo difícil. Afinal, sabemos que após um longo tempo sem a prática de exercícios físicos o nosso corpo acaba enfraquecendo e não respondendo às atividades do cotidiano com tanta rapidez e agilidade.

Fora isso, bem sabemos que muitos utilizam a bike para se locomover até o trabalho e não fazem do pedal apenas um hobbie. E aí, quando o assunto é necessidade, não há vírus que nos pare.

Pensando nos amantes do pedal e relevando o nosso cenário atual, preparamos uma lista de cuidados essenciais que você precisa ter ao pegar a sua bike e desbravar o mundo em dias pandêmicos. Vem com a gente!

Vai pedalar na pandemia? Vá seguro!

Em meio à pandemia é crucial que busquemos medidas mais seguras para nos transportar de um lugar a outro. Assim, evitamos que a nossa saúde não fique comprometida.

Entre a escolha de pegar o ônibus lotado ou uma carona com os amigos, talvez seja melhor a adição de uma terceira opção: a bike. Pensar na bicicleta como um meio de locomoção é uma forma pensar em sua saúde, antes de mais nada!

Afinal, fazer da bike um meio de transporte possibilita a diminuição de suas chances de contaminação viral, evitando a poluição atmosférica e, de quebra, proporciona a oportunidade de se exercitar.

No entanto, estamos em um momento que requer muita cautela, uma vez que qualquer descuido pode acarretar na contaminação. Então, se você está pensando em optar pela bicicleta para realizar as suas tarefas diárias ou simplesmente para dar um pedal, se atente a esses cuidados:

Faça a revisão da bike

Com a pandemia, é bem possível que você tenha deixado a bike de lado por alguns meses e esteja pensando em dar um pedal pela primeira vez.

Se este é o seu caso, não deixe de fazer a revisão e a manutenção de sua bicicleta, uma vez que, com o passar do tempo, as peças que a constituem podem secar, se desgastar ou simplesmente quebrar.

É válido calibrar os pneus, conferir a integridade da gancheira e, se possível, pedalar por um curto espaço testando a frenagem da bike. Assim, você garante que o sistema como um todo estará em perfeita integridade de execução.

Separe os itens de proteção básicos

Estar com os equipamentos básicos de proteção é sempre pertinente para qualquer pedal, mesmo que você não vá percorrer grandes distâncias. Sendo assim, separe as luvas, os óculos, o capacete e a lanterna.

Mas estes não são os únicos ítens essenciais! Em tempos pandêmicos, a máscara não pode faltar, por nada. Não se engane: não é só porque você estará ao ar livre que a máscara pode ser dispensada. O máximo de cuidado é pouco quando o assunto é coronavírus.

Lembre-se de carregar consigo o seu álcool em gel para higienizar mãos e manoplas sempre que parar para um descanso ao longo do trajeto. Levar seus próprios snacks também é uma boa saída, pois evita que você se exponha em lojas de conveniência ou supermercados.

Leve na mochila equipamentos para eventualidades

Um ciclista protegido é um ciclista que conta em sua mochila com alguns itens imprescindíveis para passar por cima de algumas eventualidades que possam ocorrer no percurso.

Bem sabemos que, não tão raro, um pneu pode estourar e uma gancheira, a depender do impacto, pode quebrar, comprometendo a usabilidade do quadro. Nesse sentido, contar com uma câmara de ar e uma gancheira reserva é essencial, assim você já se mantém preparado para eventuais trocas e, consequentemente, evita ocasiões de exposição ao vírus.

Busque caminhos com menos tráfego de pessoas

Manter a distância entre as pessoas é muito importante na hora de se jogar no pedal, afinal, as aglomerações são o solo fértil da contaminação. Portanto, esta é a hora de conhecer novos caminhos – claro, caminhos esses com menos tráfego de pessoas.

Uma forma de fazer isso é utilizando a tecnologia ao seu favor. O Google Maps, atualmente, conta com indicações de vias com menos congestionamentos, sendo possível até mesmo recolher em tempo real o tempo a ser poupado com as vias sugeridas, sendo uma ótima ferramenta de uso no atual momento em que nos encontramos.

Leve consigo a sua própria garrafinha

Evite fazer paradas, por mais que esporádicas, para beber água em locais comerciais. Afinal, o comércio é frequentado todos os dias por uma infinidade de pessoas e você não sabe quais delas estavam infectadas ao ponto de contaminar os bebedouros.

Para saciar a sua sede durante o pedal de forma segura, leve a sua própria garrafa de água. Atualmente, já contamos no mercado com suportes de caramanholas que se fixam ao quadro da bike, deixando o seu pedal ainda mais prático.

É importante que você se mantenha hidratado durante as pedaladas, principalmente em dias de pandemia, visto que o seu corpo estará perdendo muitos nutrientes e sais minerais devido a transpiração constante.

Com essas dicas o seu pedal ficará muito mais seguro. Saiba que, ao aplicá-las, você estará investindo em sua própria saúde. Se gostou do nosso post, não deixe de compartilhar com os seus amigos ciclistas – quanto mais informações úteis chegarem a um maior número de pessoas, mais seguros estaremos todos!

Até a próxima!

Deixe um comentário