Andar de bicicleta emagrece? Saiba se é verdade ou um mito

Andar de bike é uma das atividades físicas mais vantajosas para quem deseja uma vida saudável e com mais bem-estar. Sair com a família para um pedal ou ir sozinho(a) mesmo é gratificante, seja pela sensação de liberdade, pelo contato com o externo e – é claro – pelo corpo com maior saúde.

Mas, como toda atividade, essa também é cercada pela dúvida a respeito da perda de gordura. Então, andar de bicicleta emagrece? Sim, não é um mito! A bike pode ajudar sim para definir o corpo e eliminar aqueles quilinhos indesejados.

Para falar um pouco mais sobre esse assunto, a FKS Bike preparou esse post especial. Bora pedalar com a gente?

Afinal, andar de bicicleta emagrece? FKS explica tudo!

Como toda atividade física de intensidade, sim, andar de bicicleta emagrece, já que é um exercício aeróbico. Assim, trabalhando diversos músculos em conjunto com o sistema cardiorrespiratório, ele utiliza bastante oxigênio para produzir energia.

Mulher pedalando em uma ciclovia na cidade 04

Mais resumidamente, nosso corpo necessita de energia para a realização de atividades do dia a dia, assim, quando andamos de bicicleta, o organismo começa a queimar a gordura para gerá-la. Então, com essa queima, temos o emagrecimento.

Porém é uma coisa muito particular: algumas pessoas optam por praticar o ciclismo apenas como um hobbie, andando um pouquinho a cada dia ou fim de semana para aliviar o estresse. Outras o fazem com um caráter mais profissional, de superar seus limites percorrendo distâncias cada vez mais longas e entrando, até mesmo, em grupos de ciclismo.

Assim sendo, você pode perder poucas calorias com aquele pedal mais leve, um passeio ao redor de algum ponto da cidade, ou queimar muitas calorias dependendo da distância que opta por percorrer e pela intensidade.

O que pode ajudar, também, é fazer bike indoor. Isso mesmo que você leu! Andar de bicicleta ergométrica emagrece também. Basta adequá-la à rotina e fazer os treinos certos.

No entanto, não é apenas essa prática que vai ajudar na redução de gordura, mas sim ela em conjunto com uma série de cuidados, como alimentação saudável, consumo mínimo de alimentos gordurosos, entre outros.

Outras vantagens que andar de bike oferece

Emagrecer, quando este é o objetivo, é muito bom, certo? Além disso, os músculos se tonificam e ficam mais aparentes por causa da massa magra, melhorando a autoestima e a disposição para enfrentar as tarefas corriqueiras.

O condicionamento físico também fica melhor, fazendo com que a pessoa se canse menos quando faz algo que requer mais intensidade e esforço do corpo. Consequentemente, o corpo fica mais resistente.

Mulher olhando a paisagem nas montanhas sob uma bicicleta preta da fks

A circulação sanguínea também melhora, o que evita o entupimento dos vasos por gordura, o que interfere diretamente na regulagem do colesterol, assim evitando muitas outras doenças.

Além disso, pela liberação de endorfina durante a atividade, o corpo fica mais relaxado e aliviado, reduzindo o estresse, a insônia, a ansiedade e outros sentimentos negativos que atrapalham o bem-estar.

Mesmo pessoas com problemas de peso ou dores nos ossos e articulações podem fazer o pedal, porque é uma atividade com pouco impacto. Ela pode, até mesmo, ajudar a reduzir essas dores.

Em resumo, esses são os benefícios, mas cada um, com suas particularidades, sabe o tanto que o pedal ajudou, ainda ajuda e pode ajudar. Cabe a você começar com a atividade ou continuar firme para alcançar seus objetivos estéticos e de saúde.

Dicas para emagrecer com o pedal: autocuidado e responsabilidade!

Assim como todo início de atividade física, é importante tomar cuidado para que o corpo se acostume aos poucos ao invés de receber um “choque” de intensidade e rejeitar a prática. Uma lesão pode acontecer e prejudicar, de vez, o bem-estar do seu corpo. Assim, não terá emagrecimento e nem outros benefícios.

Mulher loira pedalando em um bosque 03

Dito isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a perder peso e alcançar seus objetivos. Confira:

1. Comece devagar

Não adianta ficar super animado(a) para começar, comprar sua bike e sair fazendo cicloviagens ou percorrer distâncias muito grandes se o seu corpo ainda não está acostumado com a alta intensidade.

Por exemplo, se você, que é uma pessoa sedentária há um longo tempo, começar tentando fazer um pedal de 10 quilômetros, saiba que não vai dar certo. Nesse caso, seu corpo vai se desgastar, vai ficar exausto e pode, até mesmo, ter algum problema nas articulações.

Ah, mas quero emagrecer logo! Andar de bicicleta emagrece quantos quilos por semana? Bem, não existe fórmula para esse emagrecimento rápido, não são inúmeros quilos perdidos em 7 dias, mas sim um conjunto de fatores fará isso com o passar do tempo.

Tudo deve ser feito com calma para cuidar da saúde do seu corpo. Você pode aliar essa prática a outras saudáveis e terá o resultado em alguns meses, se for firme.

2. Garanta a bike certa

Existem bicicletas para todo o tipo de terreno, então você deve escolher a que melhor se ajusta ao seu objetivo. Por exemplo, você quer andar apenas na cidade? Uma bike urbana é uma boa alternativa. Se quiser fazer ciclismo de estrada, uma speed é a ideal. E por aí vai.

Isso é necessário para que a bicicleta te ofereça tudo o que necessita para seu treino de emagrecimento, deixando-o seguro, adequado para seu biotipo e praticidade.

3. Use o equipamento certo

Depois de escolher a bike certa, é preciso ter equipamentos corretos. Mesmo que você não opte por treinos super intensos, seja porque precisa adequar a prática à sua rotina corrida ou porque só tem a intenção de usá-la usualmente como mais uma alternativa para perda de peso, alguns acessórios são essenciais, tais como:

  • Capacete;
  • Uma boa roupa;
  • O tênis correto;
  • Garrafinha para água.

foco em um homem com seus equipamentos de proteção individual capacete- óculos e luvas

Esses são os primordiais no início, para oferecer segurança, mas podem surgir mais coisas conforme a atividade física se estabeleça em maior prioridade na sua vida.

4. Alterne os treinos

Assim como na musculação, em que a cada dia se trabalha um músculo, andar de bicicleta segue o mesmo caminho. Não adianta querer fazer treinos intensos todos os dias para emagrecer rápido – isso só vai prejudicar o seu corpo.

É preciso alternar a frequência para que o organismo descanse e possa fazer seus processos da maneira certa. Se em um dia você percorreu uma boa quilometragem, no outro, caso for treinar, opte por um pedal mais suave, com um RPM mais leve.

E se está começando agora, faça poucos minutos. Um dia dê meia hora em caminhos mais simples, até o corpo se acostumar e ficar mais fácil, então comece a estabelecer metas mais difíceis.

5. Tenha uma boa alimentação

Essa prática não interfere tão diretamente assim no ato de pedalar, mas ajuda a emagrecer. Se você sabe que andar de bicicleta emagrece, com uma boa alimentação isso fica ainda mais fácil de alcançar.

Optando por verduras, frutas e outros alimentos com bastante proteína, você terá energia suficiente para realizar as atividades. Além disso, oferecerá ao seu organismo vitaminas e minerais essenciais, sem entupi-lo de coisas muito gordurosas.

Com tudo isso dito, basta ter persistência e não desistir que, uma hora, o peso começa a diminuir, seu corpo tonifica. Crie uma rotina bem bacana, que se adapte às suas tarefas e os resultados aparecerão, sim!

Então, o que achou das dicas? Andar de bike é muito bom, não é? Aproveite para compartilhar com os familiares ou seu grupo de ciclismo! E, para ler mais, acompanhe nosso blog toda semana!

Deixe um comentário